MERCADO

Volume importado de Tebutiurom despenca em 2019

As importações de Tebutiurom fecharam 2019 com um volume 49% abaixo em relação ao volume importado em 2018.


O ano de 2019 foi de baixa disponibilidade de Tebutiurom, dado ao baixo volume importado do defensivo. No total, foi importado 49% a menos do produto em 2019 quando comparado com o ano de 2018.

A falta do produto foi decorrente do intenso fechamento das fábricas na China que, a fim de atender as exigências de seu plano para reduzir a poluição ambiental, realizou inspeções rigorosas nas fábricas e fechou mais de 50% de sua capacidade produtiva em defensivos entre 2017 e 2019.

Ainda em 2019, a falta de Tebutiurom fez com que os produtores de cana-de-açúcar buscassem alternativas a fim de atender a demanda para controle das plantas daninhas. Isto fez com a demanda por outras moléculas como Clomazona e Flumioxazina aumentasse significativamente.

Em relação ao preço, o produto formulado na concentração 500 g/l foi cotado no mercado à um valor de R$ 69,68/l em dezembro de 2019. O aumento no preço foi de aproximadamente 68%, considerando o mesmo período de 2018 onde o produto foi cotado à R$ 41,40/l.

Fonte: GlobalCropProtection, 28/01/2019.

Fonte da imagem: Dinheiro foto criado por freepik – br.freepik.com

Tags

Notícias Relacionadas

Confira Também

Close
Close