SUSTENTABILIDADE

EPA dos EUA vai impor restrições a atrazina


A Agência de Proteção Ambiental dos EUA está propondo novas medidas de mitigação do herbicida atrazina amplamente utilizado. Se finalizadas, as medidas reverteriam uma decisão política de 2020 implementada pelo governo Trump que afrouxou as restrições para produtores próximos a rios e córregos.

De acordo com a proposta da EPA, produtores localizados em bacias hidrográficas com concentrações de atrazina superiores a 3,4 μg/L teriam que reduzir o escoamento ou reduzir suas taxas de aplicação. A EPA determinou o nível de preocupação de 3,4 μg/L em uma avaliação de riscos de 2016.

Além do limite mais baixo, a EPA propõe proibir todos os produtores de usar atrazina quando os solos estão saturados com água, durante a chuva ou quando há previsão de tempestades dentro de 48 horas. Todos os produtores também seriam proibidos de pulverização aérea de atrazina.

A atrazina é amplamente utilizada em milho e outras culturas para controlar gramíneas e ervas daninhas de folhas largas. Também é usado em gramados residenciais. O herbicida é proibido na União Européia devido a preocupações com sua toxicidade.

 

Fonte: c&en, 01/07/2022

Fonte da Imagem: br.freepik.com

Tags

Notícias Relacionadas

Close
Optimized with PageSpeed Ninja