USO E APLICAÇÃO

Mudança no calendário da soja permite ciclo menor e redução de defensivos


O estado do Paraná ampliou em 30 dias o prazo para o plantio da soja. Até a safra 20/21, a data era 31 de dezembro. A partir do ciclo 21/22, o calendário foi estendido até 31 de janeiro. A alteração foi publicada na Portaria 389 do Ministério da Agricultura, de 1° de setembro de 2021.

A soja tem um ciclo de 120 dias, quando implantada no período normal, entre setembro e dezembro. De acordo com o presidente do Sindicato Rural de Pato Branco e vice-presidente da Federação da Agricultura do Estado do Paraná (Faep), Oradi Francisco Caldatto, com a possibilidade de semear até o fim de janeiro, o produtor consegue colher em um período mais curto.

“Se plantada em janeiro, nós colhemos em 100 dias do ciclo e, consequentemente, economiza com defensivos agrícolas por 20 dias, porque se tem noite mais longa e mais fria nesse período”, explica.

Ainda segundo Caldatto, a mudança traz vantagem quando comparada com o milho, que seria cultivado nessa época, antes da Portaria. “Quando se fala em soja com um ciclo de 100 dias, é dinheiro no bolso rápido, ao contrário do milho que se plantava entre janeiro e fevereiro, porque o milho de 120 dias de ciclo, vai para 150 dias aqui na nossa região, correndo riscos maiores”, detalha.

 

Fonte: Canal Rural, 21/12/2021

Fonte da Imagem: jcomp – br.freepik.com

Tags

Notícias Relacionadas

Close
Optimized with PageSpeed Ninja