USO E APLICAÇÃO

Ondas de calor ameaçam funcionamento de fábricas na China


Uma onda de calor devastadora que varre o sul da China está ameaçando as colheitas e aumentando a tensão nas redes elétricas locais, à medida que o país asiático se torna a última região do mundo a enfrentar temperaturas escaldantes.

Xangai, o centro financeiro da China, emitiu na quarta-feira (13) um alerta vermelho , o mais alto nível de alerta de calor, já que a temperatura deve chegar a 40 graus Celsius (104 graus Fahrenheit). As cidades de Sichuan e as potências econômicas Jiangsu e Zhejiang também emitiram alertas vermelhos depois que as temperaturas em partes da região atingiram recordes.

A onda de calor deve durar até o fim de semana, com temperaturas chegando a 42 graus Celsius, de acordo com o centro meteorológico nacional.

Ondas de calor estão atingindo regiões da Europa aos Estados Unidos no início do verão no hemisfério norte, aumentando a pressão sobre os já altos preços da energia. O uso de energia no Texas está quebrando recordes, enquanto a Europa continua a assar após o terceiro junho mais quente já registrado.

O clima quente na China está chegando em um momento crucial para o enchimento e a colheita do arroz precoce do país. O calor pode prejudicar a produção de arroz e também é negativo para o crescimento do algodão, disse o departamento meteorológico do país.

A onda de calor também provavelmente aumentará ainda mais o consumo de energia neste verão, à medida que moradores e empresas ligam o ar condicionado para se refrescar. O uso de eletricidade já atingiu um recorde em várias províncias chinesas, incluindo Shandong e Henan no norte e Zhejiang no leste.

Várias províncias da China estão preparando planos de “consumo ordenado” para momentos em que o fornecimento de energia está apertado. Os planos restringem o uso em fábricas ineficientes ou de alto consumo para garantir que haja oferta suficiente para os residentes e indústrias mais importantes.

Um aumento prolongado na demanda de energia pode ameaçar esgotar os estoques de carvão, o principal combustível usado para geração de eletricidade. Os preços do combustível no exterior estão perto de um recorde, e a maior demanda chinesa pode exacerbar uma crise de oferta global.

 

Fonte: Bloomberg, 13/07/2022

Fonte da Imagem: br.freepik.com

Tags

Notícias Relacionadas

Close
Optimized with PageSpeed Ninja