MERCADO

Congestionamento portuário reduz na Ásia enquanto EUA luta contra o aumento das importações


Os maiores portos da Ásia estão mostrando sinais de que o congestionamento está diminuindo antes da temporada de férias, um passo potencialmente positivo para as principais portas de comércio nos EUA, que ainda estão lutando contra um influxo de importações.

O tráfego total em Xangai-Ningbo diminuiu 0,2% em relação à semana anterior e a contagem de navios de Hong Kong caiu 10,4%, de acordo com uma análise de dados da Bloomberg News. Cingapura, o terceiro maior centro comercial da Ásia, teve uma queda de 14,7% na semana, uma vez que o atraso visível desde o início de novembro parecia estar em grande parte resolvido.

O mesmo ainda não pode ser dito no Pacífico, já que as filas de navios permaneceram elevadas em Los Angeles e Long Beach, Califórnia. Os níveis de congestionamento nos portos vizinhos aumentaram 6,7% em relação à semana anterior.

Estas filas podem significar atrasos na logística de produtos para agricultura, como fertilizantes e defensivos, que deveriam chegar para os produtores norte-americanos e até mesmo ser convertidos em produtos formulados. Podendo impactar na produção e na exportação desses produtos para o resto do mundo.

No início da sexta-feira, pelo menos 75 navios porta-contêineres aguardavam por espaço no cais para descarregar depois que políticos visitaram os portos há dois dias, anunciando uma queda de 32% no número de contêineres parados nas docas por mais de nove dias.

A transferência entre a terra e o mar continua sendo um problema para o maior centro de contêineres da América, já que os operadores logísticos em terra não estão pegando seus contêineres com rapidez suficiente e um fluxo constante de navios chega para desembarcar mais.

 

Fonte: BNN Bloomberg, 19/11/2021

Fonte da Imagem: tawatchai07 – br.freepik.com

 

Tags

Notícias Relacionadas

Close
Optimized with PageSpeed Ninja