MERCADO

Paraguai pode se tornar potência agrícola da América Latina


A agricultura do Paraguai se desenvolveu ao longo da fronteira com o Brasil e as semelhanças com a agricultura brasileira são muito comuns, desde as variedades plantadas, fertilização do solo, pragas, doenças, e até o agricultor, já que a maioria deles são brasileiros. Quem afirmou isso foi Renato Serafim, CEO da Valeouro Biotec.

De acordo com ele, o “Paraguai de hoje possui 7,2 Milhões de pessoas em uma extensão territorial de 406 mil km quadrados, um pouco maior que o estado do Mato Grosso do Sul, a quem eu considero o estado mais promissor no agronegócio brasileiro para os próximos anos e a similaridade como Paraguai é imensa, o que me faz acreditar ainda mais nas potencialidades desse país”.

“Com uma área plantada de 3,4 Milhões de hectares de Soja, os agricultores conseguem fazer duas safras em boa parte dessa área, com o Milho ocupando 800 mil hectares e o Trigo com 400 mil hectares. Junto, essas três culturas representam 94% de todo o mercado, com soja sendo 81%, o milho com 7% e o trigo com 6%”, completa o especialista.

Outro fator importante que pode colocar o Paraguai na frente de outros países é o mercado de insumos agrícolas, que vale US$ 2 bilhões, sendo o quarto mais importante da América Latina, superado apenas por Brasil, Argentina e México. “Ao contrário do Brasil, onde os 5 maiores players (Syngenta, Bayer, Corteva, Basf e UPL) têm uma concentração superior a 70% do mercado, no Paraguai, temos um mercado mais disperso com os 5 maiores representando apenas 38% do mercado e dois players nacionais ocupando posição de destaque”, indica.

O registro químico muito simples e desburocratizado também ajuda a trazer inovações mais rápidas ao mercado e as grandes empresas aproveitam para trazer suas inovações e servir como um teste rápido de entrada no mercado brasileiro. “Essa facilidade no registro de insumos agrícolas, acesso fácil e barato ao crédito, menos impostos, dolarização trazendo mais estabilidade na compra e venda de insumos agrícolas e commodities, e facilidade na importação de máquinas agrícolas, permitem ao Paraguai ser a terra das inovações”, conclui.

 

Fonte: Agrolink – Leonardo Gottems, 09/11/2021

Fonte da Imagem: Catkin por Pixabay

Tags

Notícias Relacionadas

Confira Também

Close
Close